Porque nem tudo são rosas!

22.11.16
Lembro-me que quando comprei a minha casa de Lisboa, as primeiras noites foram dormidas num sofá velho que os antigos proprietários lá deixaram.. Estava excitadissima com o apartamento, não havia dores de costas. Umas semanas depois comprei um colchão e dormi ali mais uns dias. Depois veio a cama, os texteis, o conforto e tudo o resto. Na altura já trabalhava e podia perfeitamente ter ido um mês para um hotel. Ou podia ter pedido guarida a uma amiga. Mas sou rapariga poupada, por um lado, e a quem custa pedir favores, por outro. Vai daí foi assim mesmo que começou a minha aventura no ramo imobiliário. As obras decorreram durante dois meses.. E eu sempre por ali. Se me arrependo? Nem um bocadinho. Bem, talvez me arrependa de ter ficado lá a dormir quando envernizaram o chão porque acabei por desmaiar com o cheiro e tive de ser levada para o hospital pela vizinha que mal conhecia... Vem isto a propósito da vida presente. As obras da casa nova estão a demorar mais do que estava previsto. E tivemos de nos mudar mesmo com a casa meio descomposta. Custa-me muito por causa do João mas como metade do apartamento já está concluido, basicamente estamos a viver em meia casa.. E é também por isto que tenho estado um bocado ausente do blogue. Estamos juntos e felizes, embora com a vida caseira a meio gás...
Já alguém por aí viveu em casa com obras a decorrer? Não é pêra doce, certo?







Instagram @whiteglam
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...